APLICATIVO GÊNIO DAS FINANÇAS

EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA PALMA DA MÃO

PORTAL DO MARKETING

SUPORTE COMPLETO PARA UMA MELHOR COMUNICAÇÃO

E-BOOKS GÊNIO DAS FINANÇAS

EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA PALMA DA MÃO

5 ideias para levar a sustentabilidade para a sala de aulaTempo de leitura estimado: 7 min.

12 janeiro 2022

Educador

A sustentabilidade é um tema que ganha cada vez mais relevância na sociedade por sua urgência - e existem dados que comprovam a importância desse assunto.

Segundo um levantamento feito pela ONU, 25 milhões de toneladas de plástico são lançadas nos oceanos por ano. Com esse ritmo, a ONU considera a possibilidade de existir mais plástico nos oceanos do que peixes até 2050. Assustador, não é mesmo?

É por isso que levar a sustentabilidade para dentro da escola e para a rotina dos alunos é a melhor maneira de ajudarmos o nosso planeta. Continue a leitura para entender a importância da sustentabilidade nas escolas.

Qual o conceito de sustentabilidade?

Podemos resumir o conceito de sustentabilidade como suprir as necessidades do presente sem afetar as próximas gerações. Derivado do latim sustentare, a palavra tem como significado sustentar, defender, apoiar, conservar e/ou cuidar.

Esse conceito começou a ser melhor desenhado em 1972, na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, conhecida como a Conferência de Estocolmo.

Nessa primeira conferência sobre meio ambiente, realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU), foram reunidos 113 países com o mesmo intuito: discutir problemas ambientais.

Nessa reunião, foi elaborada a Declaração de Estocolmo, que contém 26 princípios que abordam o descarte correto de substâncias tóxicas, prevenção à poluição em mares e a garantia de um ambiente seguro para assegurar a melhoria da qualidade de vida.

Qual a importância do ensino sobre sustentabilidade para as crianças?

Com um planeta cada vez mais doente, é essencial que os estudantes entendam, o quanto antes, a importância de preservar e de cuidar do meio ambiente, afinal, em breve, eles serão os principais responsáveis pelos recursos naturais da Terra.

É claro que para melhorar o planeta, os jovens precisam de uma formação que aborde as causas e consequências dos problemas que enfrentamos hoje. Entretanto, a escola pode ir além e criar ações práticas que engajam os jovens e os estimulam a criar hábitos sustentáveis que ajudarão nesse processo.

6 dados sobre o meio ambiente para trabalhar em sala de aula

Uma forma de incluir a sustentabilidade nas aulas, é por meio da apresentação de dados que possam ser debatidos pelos estudantes e utilizados em trabalhos de diversas disciplinas. Veja, abaixo, algumas sugestões.

  • Segundo uma pesquisa da plataforma de pesquisa de mercado Opinion Box, ao menos 82% dos brasileiros consideram a sustentabilidade um tema importante para o cotidiano.
  • 60% dos brasileiros entrevistados pela Opinion Box afirmaram adotar medidas como o uso de lâmpadas econômicas e o controle do uso de água. Da mesma forma, 49% procuram reutilizar as embalagens e separar o lixo para reciclagem. Ademais, 37% dos entrevistados já deixaram de comprar de empresas que não preservam o meio ambiente.
  • Entre agosto de 2020 e julho de 2021, a Amazônia Legal perdeu 10.476 km² de floresta - uma taxa 57% maior que no mesmo período do ano passado, além de ser a pior dos últimos dez anos, aponta o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). A área desmatada é equivalente a nove vezes o tamanho da cidade do Rio de Janeiro.
  • O Brasil é o quarto maior produtor de lixo plástico no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos, China e Índia. Ele também possui uma baixa taxa de reciclagem, de apenas 1,3%, enquanto a média global de reciclagem plástica é de 9%.
  • Das 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos produzidas por ano, 17% são de plástico. Segundo a Abrelpe (Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública), o volume de plástico descartado no Brasil em 2020 aumentou 15%, indo para 13,3 milhões de toneladas.
  • 19,8% dos animais e plantas avaliados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) estão sob ameaça de extinção. Atualmente, são reconhecidas no país 49.168 espécies de plantas e 117.096 espécies de animais. Segundo o estudo, das espécies analisadas, 0,06% estão extintas, 0,01% estão extintas na natureza, 4,73% estão criticamente em perigo, 9,35% estão em perigo, 5,74% são vulneráveis, 3,98% estão quase ameaçadas de extinção, 62,82% são menos preocupantes e 13,33% foram classificadas como dados insuficientes, indicando a necessidade de mais pesquisas para avaliação.

5 ideias para trabalhar a sustentabilidade em sala de aula

Troca de brinquedos

Como vimos acima, o descarte de lixo é um enorme problema no Brasil e no mundo. Uma maneira de amenizar esse problema e trabalhar os cinco Rs na sala de aula (recusar, repensar, reutilizar, reduzir e reciclar) é incentivando a troca de brinquedos.

Assim como afirma o ditado, “o lixo de um é o ouro do outro”, uma criança pode ter cansado de um brinquedo que ainda pode levar muita alegria para outra. Entretanto, é válido colocar um preço limite do brinquedo, para nenhuma criança sair prejudicada com a troca.

Horta comunitária

Montar uma horta comunitária é um processo completo, que envolve escolher as sementes e mudas, entender como cuidar da terra e de cada plantação e ver os resultados do trabalho.

Isso mostra aos alunos como podemos plantar nossos próprios alimentos, sem produtos prejudiciais à saúde, ao mesmo tempo em que os leva a compreender que os alimentos demandam tempo e cuidado para chegarem até a mesa.

Plantar feijão

Se a escola não possui um espaço para montar uma horta, uma maneira mais simples de unir as crianças com a natureza é com o clássico pé de feijão no algodão. Essa atividade pode ser feita em classe ou em casa e precisa de poucos cuidados, sendo uma ótima introdução aos conceitos da sustentabilidade.

Oficinas de reutilização e reciclagem

Com os materiais certos e muita imaginação, as possibilidades de criação são infinitas! Com oficinas de reciclagem e reutilização, as crianças conseguem estimular sua criatividade e entender a importância em buscar novos usos para materiais que seriam descartados.

Relatórios científicos

Transformar o aprendizado em uma atividade que engaja e diverte é uma das melhores maneiras de ensinar. E quando falamos de estudos relacionados ao meio ambiente, os relatórios científicos são a resposta!

Acompanhar o descarte de lixo em casa documentando quantos sacos de lixo são descartados por semana ou desenhar plantas encontradas no bairro são algumas opções.

10 ações de sustentabilidade que podem ser implementadas nas escolas

Dentro da escola, também existem várias ações que podem servir como incentivo para a sustentabilidade. Algumas das soluções que engajam toda a equipe escolar e os estudantes, são:

  • Adoção de lixeiras para a reciclagem de lixo;
  • Palestras com profissionais da área;
  • Reduzir o uso de papel com adoção de softwares de gestão escolar e atividades on-line para os alunos;
  • Criar decorações com materiais recicláveis e reutilizados;
  • Desenvolver programas de estímulo ao plantio de árvores na escola ou na comunidade;
  • Criar ações incentivando o uso racional de água e energia;
  • Criar um projeto de reaproveitamento de água;
  • Criar sessões de cinema com filmes e documentários que falam sobre os cuidados com o meio ambiente e o impacto ambiental causado por ações humanas;
  • Usar lâmpadas de LED na escola, utilizar sensores de presença e/ou instalar painéis de energia solar;
  • Incentivar a criação de redes de caronas entre os alunos.

Como você pôde notar, a escola pode ser um excelente espaço para colocar em prática ações que ajudam o meio ambiente, com baixo custo. Além disso, várias dessas sugestões podem reduzir os gastos escolares, levando benefícios extras para as instituições.

Outro investimento que pode levar uma série de benefícios ao espaço escolar é a adoção de um programa de educação financeira. Com ele, os alunos e toda a equipe aprendem a ter mais consciência sobre seus gastos, reduzindo seu impacto ambiental e ajudando o meio ambiente.

Inclusive, a sustentabilidade é um dos temas trabalhados no Gênio das Finanças. Afinal, a forma como utilizamos nossos recursos financeiros afeta diretamente o meio ambiente. Mas isso é apenas parte do que esse programa, constituído com base nos eixos Educação, Economia e Psicologia, propõe.

Com ele, nós focamos em uma mudança de perspectiva, consolidando o viés comportamental da aprendizagem em um conteúdo que é totalmente aplicável à realidade dos estudantes.

Se você quer investir no futuro dos seus alunos e do planeta, conheça o Gênio das Finanças. Acesse o site e entre contato para entender o que nosso programa de Educação Financeira Comportamental pode fazer por sua escola!

POSTS MAIS LIDOS

CATEGORIAS

Inscreva-se em nossa Newsletter